Sáb. Dez 15th, 2018

Uma “Misteriosa Fonte” de radioatividade está a derreter a antártida a partir do subsolo

A Antártida mais uma vez continua a mostrar-nos o lugar misterioso que é. Envolta em mistério e segundo alguns autores lar de civilizações há muito perdidas,, o continente gelado parece sempre nos dar muito sobre o que falar.

Imagem 1: waagefr / Pixabay.





 

No passado, escrevi sobre a Antártida muitas vezes. Eu já vi padrões geométricos estranhos salientes do gelo, e eu também relatei sobre as inúmeras descobertas que foram feitas nos últimos anos.

Os cientistas descobriram que existem coisas estranhas, como continentes perdidos sob a Antártida. Eles também descobriram que, apesar de ser um dos lugares mais implacáveis da Terra, ele está repleto de vida.

Também sabemos agora que milhões de anos atrás, a Antártida estava coberta de florestas verdes e exuberantes, e os cientistas recuperaram uma série de fósseis enquanto exploravam a Antártida.

E agora, um grupo de cientistas do British Antarctic Survey (BAS) relatou outra descoberta estranha e inesperada.

Eles dizem que sob as imensas camadas de gelo que existem na Antártida Oriental, há uma misteriosa fonte de calor que derrete o gelo da Antártida.





Imagem 2 – (iStockphoto/Getty Images)

Os cientistas localizaram o que eles acreditam ser uma “misteriosa fonte radioativa” quilómetros abaixo do gelo da Antártida que está lentamente a derreter o continente a partir das suas profundezas.

Cientistas voaram sobre a Antártida Oriental usando o radar para penetrar e ver o que está localizado quilómetros abaixo do gelo, onde algo muito quente está a fazer com que o gelo derreta.

Especialistas concluíram que a fonte de calor são, na verdade, rochas radioativas e água quente proveniente da crosta do nosso planeta.

O Continente gelado não derreterá numa questão de dias, mas juntamente com as alterações climáticas, a combinação poderia causar uma perda dramática de gelo e um aumento no nível do mar.

“O processo de derretimento que observamos provavelmente já ocorre há milhares ou talvez milhões de anos e não está a contribuir diretamente para a mudança da camada de gelo. No entanto, no futuro, a água extra no leito de gelo pode tornar essa região mais sensível a fatores externos, como as alterações climáticas ”, explicou Tom Jordan, pesquisador do British Antarctic Survey (BAS).





Imagem 3 -NASA

“Este foi um projeto realmente emocionante, explorando uma das últimas regiões totalmente não pesquisadas do nosso planeta. Nossos resultados foram bastante inesperados, já que muitas pessoas achavam que essa região da Antártida era feita de rochas antigas e frias, e que tinha pouco impacto na camada de gelo acima. Mostramos que, mesmo no antigo interior continental, a geologia subjacente pode ter um impacto significativo no gelo ”, acrescentou.

 

Fonte

Autor : Ivan

Crédito Imagem Destaque – NASA

Crédito Imagem 1

Crédito Imagem 2

Crédito Imagem 3

Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

(Lida 13 vezes, 13 visitas hoje)
0
0
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE