Pólo magnético da Terra está a mover-se

Pólo magnético da Terra está a mover-se tão rápido os cientistas estão a esforçar-se para conseguir acompanhar

O pólo norte magnético da Terra está em movimento e está a mover-se tão rapidamente que os cientistas estão a esforçar-se para acompanhar ele se move em direção à Sibéria.

O pólo está a mover-se a cerca de 54.7 quilómetros por ano, dizem os cientistas, cruzando a linha internacional em 2017 numa uma jornada rumo à Rússia.

Pólo Norte está em movimento (Geoawesomeness)

É um problema para as organizações (como as forças armadas dos EUA) que usam o norte magnético para navegação, e que agora se está a mover tão rapidamente que os cientistas precisam de atualizar as suas estimativas antes do previsto.

Este movimento é causado pela turbulência no núcleo externo líquido do nosso Planeta, onde um oceano quente de ferro e níquel gera um campo magnético.

Daniel Lathrop, da Universidade de Maryland, disse: “Tem mudanças parecidas com o clima. De tal forma que poderíamos chamar isto de clima magnético”.

O campo magnético da Terra está ficando mais fraco, e os cientistas acreditam que os pólos podem “virar” em algum momento no futuro.

O campo magnético do nosso planeta enfraqueceu 15% nos últimos 200 anos.

Se os pólos girarem, as bússolas apontarão para o sul – e isso poderá ter efeitos significativos na rede elétrica da Terra (embora não seja provável que isso aconteça imediatamente, apesar da obsessão dos Defensores do dia do  juízo final com essa ideia).

O Pólo Norte Magnético da Terra tem andado à deriva tão rápido nas últimas décadas que os cientistas dizem que as estimativas anteriores já não são suficientemente precisas para uma navegação precisa.(Imagem 1)

Pode levar milhares de anos até que o campo magnético se reverta novamente, acreditam os pesquisadores.

A Nasa colocou um  pouco de água fria na ideia de que as reversões do campo magnético poderiam levar a um apocalipse, dizendo em 2012 que “a ciência mostra que a inversão do pólo magnético é – em termos de escalas de tempo geológicas – uma ocorrência comum que ocorre gradualmente ao longo de milénios”.

“Enquanto as condições que causam inversões de polaridade não são totalmente previsíveis – o movimento do pólo norte pode sutilmente mudar de direção, por exemplo – não há nada nos milhões de anos de registo geológico para sugerir que qualquer um dos cenários apocalípticos conectados a uma reversão de pólo deva ser levado a sério.

Fonte

Crédito Imagem Geoawesomeness  Crédito Imagem 1  Crédito Imagem Destaque

 

Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

(Lida 22 vezes, 1 visitas hoje)
0
0
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE