4 mistérios Astronómicos que os cientistas ainda não conseguem explicar

Facebookgoogle_plusyoutubeFacebookgoogle_plusyoutube





 

Ainda que a lua seja magneticamente inerte, no passado distante, ela estava cercada por um misterioso “escudo” que a protegia dos ventos solares nocivos e de asteróides. Agora desapareceu -misteriosamente- e os pesquisadores não conseguem explicar porquê. Além disso, parece que existem várias, chamadas Mega estruturas Extraterrestres avistadas em torno de duas estrelas, outra descoberta que criou confusão entre os especialistas. Acontece que o Universo está cheio de descobertas inexplicáveis.

Todos estão fascinados com o Espaço. Simplificando, todos nós gostamos de ler sobre o universo, a origem da vida, as chances de civilizações Extraterrestres existirem em qualquer lugar, planetas como a Terra e tudo mais que possa existir. Com cada descoberta, mais questões são feitas por especialistas, mas muitas delas continuam a ser um grande mistério, por enquanto os pesquisadores são incapazes de as explicar racionalmente.

Aqui mostramos algumas (quatro) descobertas astronómicas fascinantes que ainda permanecem um mistério.

A Ilha misteriosa de Titã.

Titã é a maior lua de Saturno e um dos lugares mais parecidos com a Terra no nosso sistema solar, com uma atmosfera, água líquida, vento, chuva e aparentemente actividade geológica. Em 2007, a Cassini tirou algumas fotografias de uma região chamada Mar Ligeria sem esquisitices aparentes. Seis anos mais tarde, a mesma área foi fotografada, mas mostrou uma terra que estava numa área onde havia anteriormente apenas existia oceano.

Pouco depois, um novo registo fotográfico verificou que a ilha desapareceu sem deixar vestígios.

Um asteróide com … asas … hmmm quero dizer anéis

É suposto os asteróides terem anéis? Bem, não exactamente.

Acontece que no nosso sistema solar há quatro planetas com anéis: Júpiter, Úrano, Saturno e Neptuno.

É por isso que foi muito estranho para os cientistas encontrar um asteróide que também tem anéis. Com 250 quilómetros de diâmetro, tem um sistema de anéis feitos de (aparentemente) detritos espaciais que os cientistas nunca tinham visto antes e é de origem desconhecida.




O campo magnético da lua.

Apesar da nossa Lua ser magneticamente inerte, à cerca de quatro milhões de anos atrás a lua estava cercada por um escudo magnético que a protegia dos ventos solares e de objectos espaciais. Bem, acontece que a ciência não consegue explicar como é que este campo magnético era maior do que o da Terra (foi aparentemente) sendo que a massa da Lua é significativamente menor. A sua origem, bem como as razões pelas quais o campo magnético desapareceu, continua a ser um grande mistério.

Na verdade, o mistério por trás do campo magnético da lua é apenas um dos muitos enigmas que cercam o nosso satélite natural. A lua acaba por ser um dos objectos mais misteriosos do nosso sistema solar.

A mega estrutura extraterrestre, ou devo dizer as mega estruturas?

Aparentemente, há uma enorme mega estrutura “extraterrestre” localizada em torno de KIC 8462852, também conhecida como a estrela do gato malhado (Tabby’s Star).

Por muito estranho que pareça, não é a única, já que os cientistas aparentemente descobriram outra.

Uma das estrelas mais surpreendentes da nossa galáxia, KIC 8462852, também conhecida como a estrela do gato malhado (Tabby´s Star), tem sido objecto de debate nos últimos meses.

A principal razão? Bem, a estrela tem algumas flutuações realmente estranhas no brilho que poderia ser a prova definitiva da existência de uma mega estrutura extraterrestre -a esfera Dyson- construída por uma civilização extraterrestre altamente avançada em torno da estrela, a fim de aproveitar a energia a partir dele.

Agora, os pesquisadores acreditam ter descoberto mais outra mega estrutura noutra parte do universo. Os cientistas explicam que após mais de 78,8 dias de observações, a “segunda estrela esfera de DYSON “exibiu” um escurecimento irregular de até 65 por cento durante cerca de 25 dias consecutivos. Um planeta que orbite uma estrela fará com que ela “escureça” apenas 1 por cento, então o que poderá ser grande o suficiente para causar um escurecimento de 65 por cento?

Os extraterrestres pelos vistos … não são uma opção a ter em conta.

By: Ivan Petricevic

In: Ancient Code

Crédito Imagem: Adam Burn / Deviantart

Phenomania – O que é real?

 




Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

Hits: 537
(Lida 78 vezes, 1 visitas hoje)
Facebookgoogle_plusmailFacebookgoogle_plusmail
0
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE