Vestigios do Egipto antigo encontrados na Austrália

Facebookgoogle_plusyoutubeFacebookgoogle_plusyoutube

Um conjunto de hieróglifos do Egipto encontrados na Austrália são uma descoberta muito desconfortável para todos aqueles que desafiam qualquer teoria controversa que apareça, provando mais uma vez que os antigos viajaram mais longe do que se pensava anteriormente. Se os antigos egípcios eram capazes de viajar para a Austrália, o que mais seriam eles capazes de fazer?

De acordo com pesquisas recentes, estes hieróglifos foram vistos pela primeira vez em 1900 e foram encontrados cerca de 250 gravuras esculpidas na pedra que fazem parte do folclore local há mais de um século. Houve muito pouco destaque por parte da imprensa desta descoberta, o que até pode ter sido uma coisa boa, devido ao facto de que este local antigo surpreendente e que pode reescrever a história pode se manter preservado.

Os hieróglifos foram nomeados após a sua localização; Kariong é uma localidade da região da costa central de New South Wales, Austrália a oeste de Gosford ao longo da autoestrada da costa central.

De acordo com os moradores desta comunidade que tiveram a oportunidade de ver e analisar estes hieróglifos, eles parecem ser muito antigos, escritos na forma arcaica das primeiras dinastias, um estilo que não pode ser muito estudado e não que pode ser traduzido pela maioria dos egiptólogos que estudaram como ler egípcio do período médio, pelo menos até agora.




Crédito Imagem - Ufoholic
Crédito Imagem – Ufoholic

De acordo com as informações que os meios de comunicação nos forneceram, não há mais do que meia dúzia de cientistas na Terra que podem, na verdade, ler e traduzir este esquema de escrita antiga, tornando assim os hieróglifos com um maior valor para a história do mundo. Mas espere, ainda existe um outro lado nesta descoberta.

De acordo com uma quantidade considerável de arqueólogos e pesquisadores, os glifos Gosford são falsificações recentes que nada têm a ver com o antigo Egipto. Outros pesquisadores consideram que a história contemporânea e a arqueologia nunca iriam aceitar os hieróglifos como sendo autênticos dado o facto de que eles poderiam reescrever a história antiga.

Ray Johnson, um arqueólogo bastante conhecido, supostamente traduziu os hieróglifos antigos para o Museu do Cairo de Antiguidades e foi bem sucedido na condução de uma investigação e tradução adequadas das duas paredes opostas de hieróglifos egípcios. Assim, mais tarde, ele provou que eles eram da Terceira Dinastia (cerca de 2500 aC).

A sua tradução revela a história de uma crónica de antigos exploradores egípcios que naufragaram após a morte de seu líder da realeza, “Senhor Djes-eb” numa terra estranha e hostil. Um grupo de três conjuntos de hieróglifos documentam o nome de “Ra-Jedef” que governava como Rei do Baixo e Alto Nilo, filho de “Khufu” que é o filho do Rei “Sneferu”.

Como os pesquisadores que suportam esta teoria afirmam, esta forma arcaica de escrita contêm uma forma primitiva de hieróglifos. Portanto, esta descoberta está de acordo com os pesquisadores que suportam as teorias que afirmam que estes hieróglifos são autênticos. No entanto, depois de ter sido correlacionada com a escrita fenícia e suméria arcaica, e como está a ser relatado por vários outros sites, pesquisadores de diferentes universidades que têm estudado estes símbolos podem os ver como falsificações, devido a não saberem o seu verdadeiro valor.

Professor Nageeb Kanawiati do Departamento de Egiptologia teve a oportunidade de examinar algumas fotografias tiradas pelo NPWS (National Park and Wildlife Service) em 1983 e é com base nessas mesmas que ele afirma que, embora alguns dos escritos tenham símbolos egípcios, os hieróglifos não têm absolutamente sentido nenhum, porque são apenas uma colecção de palavras e símbolos egípcios feitos por amadores.

No entanto, muitas pessoas acreditam que esses hieróglifos são verdadeiros e autênticos hieróglifos egípcios. Como em qualquer outra história esta também tem duas versões. Algumas pessoas suportam a teoria dos hieróglifos egípcios encontrados na Austrália, enquanto outros acreditam que é uma pura farsa. No final, tu decides se é verdade ou não, com base nas tuas próprias crenças.

By: Agent I
In: Ufoholic




Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

Hits: 704
(Lida 299 vezes, 1 visitas hoje)
Facebookgoogle_plusmailFacebookgoogle_plusmail
0
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE