Sáb. Dez 15th, 2018

Duas enormes bases extraterrestres descobertas através do Google Earth

Durante o mês passado ou antes, os caçadores de OVNI fizeram duas descobertas aparentemente não relacionadas que foram imediatamente adicionadas ao seu portfólio, evidenciando sinais de uma estranha e antiga presença no nosso planeta. As imagens controversas foram obtidas através do Google Maps, revelando duas enormes estruturas subaquáticas que a ciência convencional não consegue explicar.

A próxima vez que pusrem os vossos olhos no topo de uma montanha alta, lembrem-se que há muito tempo, esse pedaço gigantesco de rocha estava no fundo do oceano. A face da Terra é formada por processos como a erosão e acreção e o que uma vez que esteve no alto agora pode estar coberto pelo abismo mais profundo dos Oceanos. E uma vez que o nosso planeta é maioritariamente coberto por água, basta imaginar quantas coisas estarão invisíveís, escondidas do nosso olhar curioso.

O primeiro edifício subaquático foi descoberto a 15 de Julho por MEXICOGEEK, usuário do YouTube, ao largo da costa do Golfo da Califórnia e teóricos da conspiração já estão a dizer que serão osrestos de uma cidade Extraterrestre enorme. Medindo mais de 112 Km de comprimento, a estranha estrutura parece que foi construída com padrões geométricos em mente. A sua simetria e linhas rectas que se estendem por dezenas de Km parecem excluir qualquer formação natural, favorecendo a hipótese de ser artificial e concebido por alguém inteligente.

Scott C. Waring, da UFO Sightings Daily, acredita que esta base Extraterrestre está ligada a todos os avistamentos de OVNI que saem do México e de toda a América Central e do Sul.

“Esta base é enorme e não é de admirar que ouçamos falar sobre tantos avistamentos de OVNI sobre o México”, escreve ele. “Esta base está a apenas 72 Km de distância da costa mexicana. As chances de isto ser uma estrutura criada por algo ou alguém inteligente … eu apostaria que sim a 100 por cento. ”

É interessante notar a semelhança entre a semelhança da estrutura com as pistas de aterragem de um aeroporto quando vistas de cima. No entanto, o tamanho das estruturas tubulares que compõem a rede submarina significa que elas provavelmente devem ter tido um propósito diferente. É lamentável que nós possamos nunca saber para que efeito foi criada, mas a menos que a comunidade científica decida investigar o assunto de uma forma aprofundada e transparente, iremos para sempre permanecer na dúvida. As coordenadas para a base subaquática aqui.

O segundo lugar de interesse pode ser encontrado perto da costa da Venezuela, a meio caminho entre Curacao e Porto Rico (Coordenadas aqui). Ele tem uma arquitectura ainda mais estranha, consistindo de linhas em ziguezague. Em termos de tamanho, é tão grande como a do Golfo da Califórnia, medindo aproximadamente 145 Km de ponta a ponta. Mas a característica mais estranha tem de ser a sua forma. Que processos geológicos poderiam ter produzido umas formas tão estranhas, exibindo simetria, linhas rectas e ângulos de 90 graus? Será mesmo razoável supor, sem qualquer dúvida, que esta estrutura subaquática é natural?

Crédito Imagem - Ufoholic
Crédito Imagem – Ufoholic

Além disso, o mistério é acompanhado por um outro conjunto de artefactos estruturais que ficam a apenas 80 Km a nordeste da anomalia da Venezuela (coordenadas). Devido à sua proximidade, este segunda irregularidade parece estar ligada à primeira. Imagens sugerem que ela é composta de uma série de estruturas rectangulares espalhadas por todo o chão ocêanico em uma linha recta. Praticamente nada se sabe sobre esses misteriosos objectos afundados, excepto o facto de que eles devem ser enormes. Eles estão localizados muito perto da ponta mais meridional do Triângulo das Bermudas, mas não há dados suficientes para ser feita alguma conexão.

Bases UFO 1

O enigma dos Fenómenos Aéreos não identificados não estaria completa sem ter em conta os USO ou objectos submersos não identificados. É muito possível que os OVNI e OSU sejam a mesma “Nave”, sendo a única diferença que estes últimos foram vistos a entrar ou a sair de ambientes aquáticos. Uma vez que faz sentido para uma presença extraterrestre colocar a sua base e realizar as suas actividades sem ser perturbadas por olhos humanos, que lugar poderia ser melhor do que o fundo do oceano? Se os OVNI são capazes de percorrer distâncias cósmicas com a ajuda de algo mais rápido do que a luz, sobreviver à pressão das profundezas oceânicas parece ser uma tarefa fácil.

Então, se os mares e oceanos da Terra estão a abrigar visitantes de outro mundo, poderiam estas duas anomalias ainda estar operacionais? Se assim for, eles poderiam ser responsáveis ​​pelos numerosos avistamentos de OVNI nos continentes americanos ou à sua volta. Estes lugares seriam um grande ponto de partida na nossa busca por vida extraterrestre aqui na Terra. Mesmo que eles tenham estado em funcionamento e agora estajam abandonados, muitas provas convincentes ainda poderiam ser encontradas.

Se as estruturas são artificiais, mas não foram feitas por extraterrestres, o mistério muda, mas mantém a sua intensidade. O nosso nível tecnológico actual não nos permite construir tais construções submarinas de tal complexidade, o que significa que quem as construiu era muito mais avançado do que nós. Ambas as áreas onde as anomalias foram descobertas foram submersas há milhões de anos e a dinâmica do fundo do mar teria apagado todos os sinais de sua existência caso tivessem sido construídas antes de a área ser coberta com água.

No final, ninguém pode dizer com certeza o que são estas estruturas, e até que alguém parta numa expedição subaquática ao estilo de James Cameron, o enigma permanecerá sem resposta.

By: Agent I
In: Ufoholic

Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

(Lida 2.975 vezes, 2 visitas hoje)
0
0
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE