Ter. Fev 19th, 2019

CONCEPÇÃO ARTÍSTICA DO OUMUAMUA (FOTO: ESA/HUBBLE, NASA, ESO, M. KORNMESSER)

Chance de ‘Mensagem numa garrafa’ de Extraterrestres não deve ser dispensada

Abraham Loeb – o chefe do departamento de astronomia da Universidade de Harvard – está recusa-se a desistir da sua crença de que um misterioso objeto interestelar chamado “Oumuamua pudesse ser uma nave Espacial Extraterrestre”.

Sputnik falou com o Sr. Loeb sobre o seu ponto de vista sobre o objeto espacial e para mais informações sobre o assunto.

Sputnik: Por que você está convencido de que o objeto é uma Nave Espacial Extraterrestre?

Abraham Loeb: Este objeto mostra 6 propriedades peculiares que não podem ser facilmente excluídas. Uma das mais intrigantes é que a sua órbita se desvia da forma que seria esperado, baseando-nos na gravidade do Sol.

Para cometas, isso pode acontecer como resultado da libertação de gás, onde o gás se forma como resultado do aquecimento do gelo na superfície do cometa e o empurra, e acaba por ter um efeito de foguete. Mas não há cauda cometária em torno deste objeto e há limites muito rígidos para a libertação de gás. Então, surge a pergunta sobre o que dá esse impulso extra?

A única coisa em que consegui pensar é a luz do sol empurrando um objeto muito fino, que associamos a uma vela leve. Agora, a ideia de que temos uma vela leve implica uma origem artificial, isto seguindo a máxima de Sherlock Holmes, que quando excluímos todas as possibilidades, a última que sobra só pode ser a verdadeira.

Se alguém tiver uma explicação melhor para esse desvio da órbita, deve publicá-la num artigo científico e examinaremos os dados atuais e, talvez, recolhendo mais dados sobre esse objeto ou objetos similares consigamos chegar a uma conclusão. A forma como me aproximei disto, foi como cientista, não há preconceito. Devemos ter a mente aberta para todas as possibilidades.





 
Sputnik: Mas por que houve tal reação e “choro” sobre a sua teoria? Eu lembro-me que disse que sendo um cientista e olhando para o universo e ao observar novos objetos interessantes, temos que ter a mente aberta e juntamente com humildade. Por que haveria de existir tal reação?

Abraham Loeb: Sim, a maioria das pessoas tem preconceito. Eles têm um pressentimento.

Muitos Jornalistas perguntaram-me qual a probabilidade que eu atribuí à possibilidade de  “Oumuamua ser artificial, baseado num pressentimento, mas eu recusei-me a dar uma resposta quantitativa, porque a minha experiência passada ensinou-me de que não devemos confiar em pressentimentos em situações como esta, porque o instinto é guiado pelo preconceito e o preconceito é moldado pela experiência.

Assim, juntamos o risco de perder descobertas inesperadas se esperamos que o futuro se pareça com o passado. Apareceram muitos aficionados por médias sociais que declararam com grande confiança que “Oumuamua não é de origem artificial, mas eles não forneceram evidências para apoiar a sua reivindicação. Acho que devemos ter a mente aberta; A noção de que uma Civilização Extraterrestre possa existir repousa no fato de que a nossa Civilização existe e que as condições físicas nas superfícies de muitos outros planetas se assemelham àquelas na Terra.

Sendo assim, a possibilidade de uma mensagem numa garrafa de outra Civilização não deve ser descartada “ab initio”.

Sputnik: Porque é que acha tão difícil para alguns dos seus colegas, eu diria que a maioria dos seus colegas, na verdade, terem uma mente aberta sobre isto, para abrirem as suas mentes a outras possibilidades?

Abraham Loeb: Bem, isso não é surpreendente, dada a história da ciência, se olharmos, por exemplo, a época de Galileu. As pessoas pensavam, tinham um pressentimento, que coisas pesadas caem mais rápido do que as coisas leves e ele apenas, através da experimentação, demonstrou que esse não era o caso. O mesmo aconteceu com o movimento da Terra ao redor do Sol.

Eles vêem o Sol a mover-se no céu, então o pressentimento diz que o Sol se move ao redor da Terra. Mais recentemente, o mesmo aconteceu com a mecânica quântica, que contradizia o instinto de Albert Einstein. Ele achava que a mecânica quântica não pode ter uma ação assustadora à distância, mas experimentos recentes demonstraram que ele estava errado. Portanto, é natural que as pessoas sejam conservadoras, acreditem que o futuro é semelhante ao passado e que baseiem as suas crenças em experiências moldadas pelo que sabem. Isso é um obstáculo para fazer progresso, porque devemos olhar para as evidências.

A evidência é a chave para desvendar a verdadeira natureza da realidade ao nosso redor.





Sputnik: Acha que algum dia poderemos realmente descobrir o que “Oumuamua” realmente era?
Abraham Loeb: Sim, depois que eu escrevi meu artigo, realizou-se um novo estudo que foi publicado, que analisou dados do telescópio espacial Spitzer que não foram relatados antes do meu artigo.

Esses dados indicam que o objeto é pelo menos 10 vezes mais brilhante do que os cometas com os quais estamos familiarizados, e não tem gases, nem gases em torno dele na forma de moléculas baseadas em carbono. Então, novamente, ele não se parece com nenhum cometa ou asteroide que conhecemos. Isso é consistente com a possibilidade de uma vela leve.

Agora, seria ótimo se tivéssemos uma imagem desse objeto. Portanto, existem duas maneiras de encontrar mais dados sobre esse objeto ou objetos semelhantes. Uma é persegui-lo, mas isso é muito difícil, tendo em conta que ele move-se rápido e os foguetes químicos não conseguem fazer isso; mas podemos planear uma missão para persegui-lo.

A maneira mais simples é procurar objetos semelhantes no céu. Existem pesquisas e pesquisas futuras com um grande telescópio de levantamento sinóptico, por exemplo, que servirão para encontrar muitos outros objetos semelhantes, se existirem. É claro que, quando encontrarmos outro, podemos nos certificar de que os melhores telescópios que temos à nossa disposição serão dedicados a tentar aprender mais sobre esse objeto.

As opiniões e pontos de vista expressas neste artigo são as de Abraham Loeb e não refletem necessariamente as do Sputnik.





Fonte
Crédito Imagem Destaque – FOTO: ESA/HUBBLE, NASA, ESO, M. KORNMESSER

Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page

(Lida 10 vezes, 12 visitas hoje)
0
0
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE